A UAB

A Universidade Aberta do Brasil (UAB) é um sistema integrado por universidades públicas de ensino superior (IPES) que oferece cursos de nível superior para camadas da população que têm dificuldade de acesso à formação universitária, por meio do uso da metodologia da educação mediada. Quando referimo-nos a dificuldade de acesso estamos dizendo das distancias desses candidatos aos centros de formação universitária. O público em geral é atendido, mas os professores que atuam na educação básica têm prioridade de formação, seguidos dos dirigentes, gestores e trabalhadores em educação básica dos estados, municípios e do Distrito Federal.

A ninguém se pode negar a oportunidade de aprender por ser pobre, estar isolado geograficamente, marginalizado, doente ou por qualquer outra circunstância que impeça seu acesso a alguma instituição de ensino. Estes são os elementos que supõem o reconhecimento de uma liberdade para alguém decidir se quer ou não estudar” (Charles A. Wedemeyer).

 O Sistema UAB foi instituído pelo Decreto 5.800, de 8 de junho de 2006, para "o desenvolvimento da modalidade de educação a distância, com a finalidade de expandir e interiorizar a oferta de cursos e programas de educação superior no País". Fomenta a modalidade de educação a distância nas instituições públicas de ensino superior, bem como apoia pesquisas em metodologias inovadoras de ensino superior respaldadas em tecnologias de informação e comunicação. Além disso, incentiva a colaboração entre a União e os entes federados e estimula a criação de centros de formação permanentes por meio dos polos de apoio presencial em localidades estratégicas.

Assim, o Sistema UAB propicia a articulação, a interação e a efetivação de iniciativas que estimulam a parceria dos três níveis governamentais (federal, estadual e municipal) com as universidades públicas de ensino superior e demais organizações interessadas, enquanto viabiliza mecanismos alternativos para o fomento, a implementação de cursos de graduação e pós-graduação de forma consorciada. Ao plantar a semente da universidade pública de qualidade em locais distantes e isolados, incentiva o desenvolvimento de municípios com baixos IDH e IDEB. Desse modo, funciona como um eficaz instrumento para a universalização do acesso ao ensino superior e para a requalificação do professor em outras disciplinas, fortalecendo a escola no interior do Brasil, minimizando a concentração de oferta de cursos de graduação nos grandes centros urbanos e evitando o fluxo migratório para as grandes cidades. 

 

 

Equipe UAB

Coordenador Geral UAB/SETEC

Prof. Dr. Alexandre Martins dos Anjos

Coordenadora Adjunta
Prof. Dra. Glauce Viana de Souza 

Coordenador para Assuntos de Polo
Genésio Marques 

Secretária Geral UAB
Marluce de Oliveira Arruda Feitosa

Assistente de Gerenciamento de Bolsas
Márcia Graciela da Silva Moraes 

Técnica para Assuntos Educacionais 
Márcia Grandi